Pecuária de Corte

A Comissão Nacional de Pecuária de Corte da CNA é formada por representantes das Federações Estaduais de Agricultura e Pecuária e entidades civis ligadas ao setor. O objetivo da comissão é atuar no âmbito técnico, político e econômico do setor pecuário, defendendo e representando os interesses do produtor de bovinos de corte em fóruns, audiências e congressos no Brasil e no exterior. As reuniões ordinárias da comissão visam detectar, discutir e propor soluções e políticas públicas que favoreçam o pecuarista.

Comissão Nacional de Pecuária de Corte

Relato das ações da Comissão

  • Atuação no âmbito sanitário, trabalhando medidas que melhorem a classificação do Brasil em relação a febre aftosa junto a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE);
  • Contribuição no desenvolvimento da Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA) e acompanhamento dos protocolos de adesão voluntária;
  • Promoção de discussões técnicas sobre Tipificação e Classificação de Carcaças;
  • Acompanhamento da composição e variação dos custos de produção da pecuária de corte por meio do Projeto Campo Futuro da CNA;
  • Elaboração de propostas de políticas públicas para o setor;
  • Atuação junto ao legislativo em defesa de projetos que favoreçam o setor;
  • Atuação junto ao SENAR com intuito de melhor a capacitação e a assistência técnica dos produtores de gado de corte;
  • Ações de promoção comercial da carne bovina brasileira;

Resultados Alcançados

  • Revogação da IN 13/2014 do Ministério da Agricultura, que proibia a utilização de avermectinas de longa duração;
  • Publicação da IN nº 6, de 20/3/2014, que aprova os procedimentos de homologação, a estrutura básica e os requisitos mínimos do manual de procedimentos dos protocolos de sistemas de rastreabilidade de adesão voluntária da cadeia produtiva de carne de bovinos e de búfalos;
  • Aprovação das linhas de financiamento de custeio para aquisição de bovinos em confinamento e investimento para aquisição de matrizes e reprodutores bovinos.
  • Elaboração de estudo sobre o Abate Bovino no Brasil, coordenado pelo Cepea/Esalq-USP.
  • Ampliação da área livre de febre aftosa e reconhecimento, por parte da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), da parte centro-norte do Estado do Pará e mais 7 estados como zona livre de febre aftosa com vacinação (AL, PE, PB, RN, CE, PI e MA).

Metas

.

Participação em fóruns, Câmara Setorial ou Grupos de Trabalho

Participação em fóruns, Câmara Setorial ou Grupos de Trabalho

  • CÂMARA SETORIAL DA CADEIA PRODUTIVA DE CARNE BOVINA (MAPA)
  • COMISSÃO TÉCNICA CONSULTIVA DO SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE BOVINOS E BUBALINOS (CTC – SISBOV)
  • COMISSÃO TÉCNICA DA PRODUÇÃO INTEGRADA DA CARNE BOVINA AGROPECUÁRIA (MAPA)
  • COMISSÃO TÉCNICA PARA ESTUDOS E PROPOSIÇÃO DE NORMA TÉCNICA ESPECÍFICA DE BOAS PRÁTICAS AGROPECUÁRIAS PARA BOVINOS E BUBALINOS DE CORTE (MAPA)
  • COMITÊ TÉCNICO CONSULTIVO DO SERVIÇO BRASILEIRO DE RASTREABILIDADE DE BOVINOS E BUBALINOS (MAPA)
  • GRUPO DE TRABALHO DE PECUÁRIA DE CORTE E DE PECUÁRIA DE LEITE (MAPA)
  • GRUPO TÉCNICO DE RESÍDUOS DE MEDICAMENTOS VETERINÁRIOS DO COMITÊ DO CODEX ALIMENTARIUS DO BRASIL (MAPA)

Notícias