Café

A CNA trabalha para fortalecer a atividade do café, aumentar a rentabilidade do produtor, promover internacionalmente o agronegócio brasileiro e ampliar o acesso a mercados. Na estrutura da CNA, a Comissão Nacional de Café coordena as ações relacionadas à essa atividade, representando os produtores e promovendo articulações junto ao executivo, legislativo e demais órgãos relacionados ao setor. Além disso, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) fomenta a capacitação e presta assistência técnica e gerencial na propriedade rural. Explore os temas relacionados à atividade do café e veja o que o Sistema CNA está fazendo pelo produtor rural.

A Comissão Nacional do Café é formada por representantes das Federações Estaduais de Agricultura e Pecuária e entidades civis ligadas ao setor. Possui como objetivo atuar no âmbito técnico, político e econômico do setor defendendo e representando os interesses do cafeicultor em fóruns, audiências e congressos no Brasil e no exterior. As reuniões ordinárias da comissão visam detectar, discutir e propor soluções e políticas públicas que favoreçam o setor cafeeiro.

A Comissão fornece pareceres técnicos e acompanha as informações sobre alternativas de crédito para o cafeicultor, bem como medidas para melhorar a competitividade do produtor na gestão de custos; além de promover ações de integração entre os demais setores do agronegócio no financiamento do Funcafé.

Comissão Nacional de Café

Relato das ações da Comissão

  • Acompanhamento da composição e variação dos custos de produção do café através do Projeto Campo Futuro;
  • Ações de defesa comercial;
  • Elaboração de propostas de políticas públicas para o setor;
  • Atuação junto ao legislativo em defesa de projetos que favoreçam o setor;
  • Elaboração do Programa de Garantia de Renda para o cafeicultor;
  • Estudos e Propostas para a viabilização da cafeicultura de montanha;
  • Promoção de ações de integração entre os demais setores do agronegócio no financiamento do Funcafé;
  • Acompanhamento de informações que facilitem o acesso ao crédito pelo cafeicultor;
  • Medidas para melhorar a competitividade do produtor na gestão de custos.

Resultados Alcançados

  • Levantamento dos custos de produção do café produzido em diferentes regiões do país;
  • Revisão do Preço Mínimo do café;
  • Viabilização do controle da broca-do-café em caráter emergencial;
  • Leilão de opções públicas de venda do café em período que o preço do produto esteve abaixo do preço mínimo;
  • Aprovação pelo MAPA da Proposta de Viabilização da Cafeicultura de Montanha;
  • Prorrogação de prazo de pagamentos de parcelas do crédito rural.

Metas

.

Participação em fóruns, Câmara Setorial ou Grupos de Trabalho

Participação em fóruns, Câmara Setorial ou Grupos de Trabalho

  • COMISSÃO TÉCNICA DA PRODUÇÃO INTEGRADA DO CAFÉ (MAPA)
  • COMITÊ BRASILEIRO DE NORMALIZAÇÃO (INMETRO)
  • COMITÊ CODEX ALIMENTARIUS DO BRASIL (INMETRO)
  • COMITÊ DE MARKETING DO CONSELHO DELIBERATIVO DA POLÍTICA DO CAFÉ (MAPA)
  • COMITÊ DIRETOR DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DO CAFÉ (MAPA)
  • COMITÊ DIRETOR DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAFÉ (MAPA)
  • COMITÊ DIRETOR DE PROMOÇÃO E MARKETING DO CAFÉ (MAPA)
  • COMITÊ DIRETOR DO ACORDO INTERNACIONAL DO CAFÉ (MAPA)
  • CONSELHO DELIBERATIVO DA POLÍTICA DO CAFÉ – CDPC (MAPA)
  • GRUPO DE TRABALHO DE CONTAMINANTES DE ALIMENTOS DO CODEX ALIMENTARIUS (ANVISA)
  • GRUPO DE TRABALHO DE FISCALIZAÇÃO E CERTIFICAÇÃO DE ALIMENTOS IMPORTADOS DO CODEX ALIMENTARIUS (INMETRO)
  • GRUPO DE TRABALHO DE HIGIENE DE ALIMENTOS DO CODEX ALIMENTARIUS (ANVISA)
  • GRUPO DE TRABALHO DE RESÍDUOS DE PESTICIDAS DO CODEX ALIMENTARIUS (MAPA)
  • GRUPO DE TRABALHO NO ÂMBITO DO PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO DO CAFÉ (MAPA)
  • GRUPO DE TRABALHO PARA ELABORAÇÃO DA AGENDA ESTRATÉGICA DO AGRONEGÓCIO DO CAFÉ DO BRASIL (MAPA)
  • GT PARA REVISAR A ESTRATÉGIA BRASILEIRA DE NORMALIZAÇÃO, REGIMENTO INTERNO, DO COMITÊ BRASILEIRO DE NORMALIZAÇÃO/CBN (INMETRO)

Notícias

Vídeos



Aprendizagem Rural e Assistência Técnica